segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Calhando é Tuga

Calhando é Tuga

Algum tempo atrás, num tratado de referência mundial, intitulado “Olhe, que não!”, publicado em Junho de 2016, foi afirmado que uma das maiores fraudes trajada de vermelho era o Pai Natal. Mais, na altura, foi categoricamente afiançado que a simples indecisão quanto à sua existência, desabava no domínio da higiene mental.
Contudo, ao que parece, o indivíduo existe e até é empreendedor, ou pelo menos, já o foi! Tais afirmações assentam na notícia abaixo, ventilada na secção económica do jornal com mais tiragem a nível nacional.


A leitura do apontamento anterior permite concluir que, além de excelente gestor, o Pai Natal quiçá seja Português! Esta arrojada suposição, decorre do gosto ou, vá-la da falta dele, pelo fardamento vermelho e branco associado com superiores qualidades de gestão, de resto demonstradas por uma vasta porção dos Tugas.
Ora vejamos então! A firma do Pai Natal assenta em princípios Tugas, ou seja, em caso algum poderá apresentar um balancete positivo! A Regra, única, é dar sempre prejuízo! Isto, independentemente da abundância de visitantes Russos à sua fabriqueta e da receita gerada com os retratos, tirados por ocasião do Natal, com putos ao colo em tudo o que é centro comercial!
Para atingir tal fim, nomeadamente saldos negativos, as receitas são corajosamente combatidas com avultadas despesas. Só em combustível, o Pai Natal, estoira metade das receitas geradas. Vá não sejam assim! Apesar da criatura se fazer deslocar num trenó puxado por renas, o combustível em causa é o óleo utilizado para lubrificar os rolamentos das rodas do trenó! São também volumosos os gastos com os colaboradores da fábrica de brinquedos, os designados Duendes. Aqui, considerando o fino corte e cor das fatiotas ostentadas por essas personagens, podem equacionar-se duas hipóteses: ou têm um gosto, digamos, altamente duvidoso pela indumentária ou então a sua remuneração, situa-se ao nível da auferida como comissionista na venda porta-a-porta de pacotes de estações de rádio por cabo.
Para finalizar, o Pai Natal não colhe qualquer tipo de rendimento e não é titular de contas bancárias, pelo menos dessas do tipo clássico. Actualmente, dadas as circunstâncias, vive a título de benevolência num modesto apartamento triplex na Avenue des Champs-Élysées.
Neste contexto, podemos concluir que o Pai Natal existe, provavelmente é Português e sobrevive graças à solidariedade dos amigos.
Sem mais, despeço-me com amizade.