quinta-feira, 4 de maio de 2017

Yá táss

Yá táss

Por ocasião da entrevista para uma vaga de emprego com vendedor de Bíblias, porta-a-porta, na Livraria “Livros Sagrados e Raspadinhas com Prémio", dois jovens amigos, o Kiko e o Zeca, encontram-se nos recursos humanos da dita firma. Enquanto aguardavam pela sua vez, estabelecem o seguinte, chamemos-lhe assim, diálogo:

[Kiko] Tão mano, tud´fixe?
[Zeca] Yá táss.
[Kiko] Tás pá cena da entrevista?
[Zeca] Yá, o cota quer pôr-me, tipo, a bolir, tás a ver!
[Kiko] Eh pá, tamem o meu!
[Kiko] Ontem foste para a nigth?
[Zeca] Yá, tive um date.
[Kiko] Ganda nice man, chibate lá!
[Zeca] Pá, táva a dar uma ganda tanga, tipo mesmo, tás a ver, a babe táva toda caidinha aqui pelo je.
[Kiko] Ganda Zeca…
[Zeca] Agora, curte-me só esta cena, tipo, mesmo marada! Dá à costa o Jana, já tod’ardido, tás a ver, só a melgar.
[Kiko] Fonix, que cena fatela!
[Zeca] Eh pá, o bacano deu bué estrilho, sempre a melgar, tipo mesmo, e depois cabritou-se todo.
[Kiko] Ganda fail! Então e a chavala?
[Zeca] Népia… tripou bué e deu de fuga!
[Kiko] Mano, tamos aqui à bué da time, vamos bazar?
[Zeca] Eh pá, espera uma beca, tipo, é má onda, o cota, tás a ver, vai-se passar!
[Kiko] Pá, não sejas corte… vamos virar umas jolas.
[Zeca] Yá, que se lixe, bute lá.
[Kiko] Tens guito?
[Zeca] Népia. E tu?
[Kiko] Fonix, também não!
[Zeca] Então ficamos para a cena da entrevista!

Entretanto, terminadas as entrevistas, os dois jovens voltam, vá-la, a conversar.

[Kiko] Tão pá como correu a cena?
[Zeca] Bué da mal!
[Kiko] Tão?
[Zeca] O cota até é bacano, mas disse umas coisas bué da estranhas, tipo: “apesar de ser possível resumir a sua experiência profissional a nada, tem formação superior adequada para o cargo. Contudo, se à sua indumentária e decoração, semelhante à de um sobrevivente a um terramoto, acabado se ser retirado dos escombros de um prédio ainda com restos de ferro agarrados, juntarmos a expressão oral, resulta evidente que o melhor é você ir para casa fazer palitos com a sua avó!
[Kiko] Eh pá, cena bué fatela…
[Zeca] Tão e a tua man?
[Kiko] Eh pá, não abafei népia co fatiolas disse… tou agora a topá-lo!
[Zeca] Fonix, tão?
[Kiko] Cá ao je o bacano só disse: “Olhe, pela minha parte estamos conversados! Gostaria apenas de lhe recomendar vivamente o seguinte: enverede pelo empreendedorismo, nomeadamente através da formação de uma sociedade com o seu colega Zeca e respectiva avó.